”O dia que conheci Ronnie Wood dos Rolling Stones”

Olá galera!

Michaela Basile é uma garota apaixonada por música e já teve a oportunidade de ir à muitos shows. Sua banda favorita é o Oasis, mas dentre todas as histórias marcantes que ela teve durante os shows que foi e os ídolos aos quais encontrou, o momento mais memorável foi o dia em que ela conheceu o Ronnie Wood, dos Rolling Stones! Como ela mesma diz: ” …one of the most exciting moments of my life was meeting Ronnie Wood of Rolling Stones back in 2014.” (…um dos momentos mais emocionantes da minha vida foi encontrar o Ronnie Wood dos Rolling Stones), conta Michaela durante a entrevista dada à esse singelo blog. Confiram!


Hey, scroll down to read the interview in the original idiom. Good read!



imageb1

Foto: Arquivo pessoal Michaela Basile

Na foto acima, Michaela e Ronnie Wood.

Batalha Sonora:  Eu sei que você ama música, certo? Qual banda você se tornou fã primeiro? E o que nessa banda te tocou mais?

Micahela Basile: Eu sempre ouvi música. Minha mãe me apresentou a maioria das músicas e cantores que eu conheço, mas a primeira banda da qual eu me tornei fã foi Oasis. Eu era apenas um adolescente e cada dia que passava eu percebia que eles estavam se tornando parte da minha vida. Oasis resume o que eu sou. Suas músicas são a trilha sonora da minha vida, cada uma delas tem um significado para mim. Foi amor à primeira vista e mesmo se eles tendo se separado em 2009, eles ainda têm um papel ativo na minha vida e eu sigo ambos, Noel e Liam, hoje em dia. Eles são pura magia! Eu devo muito ao Oasis. Não é só música, eles me fizeram conhecer pessoas fantásticas, amigos e, acima de tudo, meu namorado.

imageb2

Foto: Arquivo pessoal Michaela Basile

image5

Foto: Arquivo pessoal Michaela Basile

B.S.: Sobre os ídolos que você conheceu. Você se lembra qual você te deixou mais animada e como foi o momento? Como você se sentiu?

Michaela Basile: Eu tive a sorte de conhecer muitas pessoas, mas um dos momentos mais emocionantes da minha vida foi conhecer Ronnie Wood dos Rolling Stones em 2014. É uma história engraçada. Era algo que eu não esperava, e eu não podia acreditar que isso realmente estava acontecendo. Eu estava passeando por Roma na Piazza del Popolo com meu namorado quando, de repente, vi Ronnie sozinho com sua esposa Sally Wood pulando de um carro. Ninguém notou que ele estava lá, ninguém além de mim e meu namorado. Pedimos uma foto rápida e ele tirou uma comigo, depois ele foi jantar em um restaurante. Meu namorado não teve tempo de tirar uma foto também, então decidimos esperar que ele terminasse o jantar para pedir a foto dele. Mas… aquele dia foi um dia especial em Roma, nós não sabíamos disso … Depois de meia hora uma grande multidão começou a se reunir em torno da Piazza del Popolo … A maratona de Roma foi realizada naquele dia. então todas as ruas foram fechadas e ficaram cheias de pessoas assistindo a maratona! Ronnie terminou seu jantar, mas ele estava literalmente preso no restaurante, já que o carro não podia ir a lugar nenhum. Havia 2000 participantes, então levaria muito tempo para o carro dele se mover. As pessoas notaram que Ronnie Wood estava dentro, de repente se tornou um caos. Fãs tentando tirar fotos dele e gritando em todos os lugares! Seu guarda-costas nos chamou e pediu ajuda, e nós dissemos que a única maneira de escapar era ir do outro lado da praça para pegar um táxi. Ele perguntou se poderíamos ir com eles para pegar o táxi e dissemos sim, é claro! Então pegamos Ronnie, Sally e o segurança do guarda-costas e eles até tiraram uma foto conosco e fizeram um presente para nos agradecer. Definitivamente o momento mais estranho e mais engraçado da minha vida!

Na foto: Michaela com seu namorado ao lado do Ronnie Wood e a esposa Selly

imageb3

Foto: Arquivo pessoal Michaela Basile

B.S.: Conte-nos sobre suas bandas/cantores você mais ama e porque esses são seus favoritos.

Michaela Basile: Eu sempre me considerei um amante da música britânica. Eu prefiro ouvir música britânica em vez de música americana, mesmo que eu ouça cada gênero, do pop ao rock, do jazz à música clássica, do heavy metal ao soul, por exemplo. Tudo precisa ser ouvido. Eu tenho que ter uma visão de 360 ​​graus em tudo. Mas a música britânica está no meu DNA. Além do Oasis eu gosto muito de tudo que vem do Reino Unido. Esqueci de dizer que sou uma beatlemaniaca também. Nada se compara aos Beatles! Minhas  bandas favoritas são Oasis, os Beatles, Pink Floyd, David Bowie, The Smiths, The Who, Blur e talvez Arctic Monkeys, eles arrebentam ao vivo, ninguém é poderoso daquela maneira!

Na foto abaixo, Michaela ao lado de Alex Turner, líder do Arctic Monkeys

image6

Michaela e Alex Turner/foto: Michaela Basile Arquivo Pessoal

B.S.: Agora que já sabemos quais seus artistas favoritos, conta pra gente, que álbum é O Álbum pra você?

Michaela Basile: Essa é uma pergunta difícil, eu tenho mais de um, mas vou falar sobre apenas dois. O álbum em si é Revolver pelos Beatles. Os Beatles estão separados, os Beatles não podem ser comparados a nenhuma outra banda do mundo e o Revolver é uma verdadeira obra-prima que mudou para sempre a história da música. Era 1966 e se você ainda ouve hoje é mais atual do que nunca, Tomorrow Never Knows parece ser uma faixa do futuro, é incrível. Meu segundo álbum top é o Masterplan by Oasis. Não é um álbum apropriado, é feito de Bsides, mas toda a genialidade do Noel Gallagher está nele e eu fico arrepiada toda vez que ouço!

B.S.: Existe uma música que faz você chorar? Se sim, porquê?

Michaela Basile: Eu não tenho uma música que me faça chorar, a música é sinônimo de felicidade pra mim e mesmo quando estou triste eu coloco alguma música para me sentir melhor. A música é o melhor remédio! Mas, para ser honesto, devo confessar que chorei uma vez em um show ouvindo pela primeira vez uma música ao vivo, foi uma faixa especial e minhas lágrimas eram lágrimas de alegria.

B.S.: Se você pudesse fazer um álbum “A Trilha Sonora da MinhaVida”, quais músicas estariam nele?

Michaela Basile: Minha vida, como a vida de todos, teve altos e baixos. Cada música que estou colocando nesta lista tem um significado especial. A música sempre esteve comigo, então pensar na minha vida, eu penso em:

The Meeting Place – The Last Shadow Puppets

– The Girl From Ipanema – João Gilberto

– Tomorrow Never Knows – The Beatles

– Porcelain – Moby

– D’Yer Wanna Be A Spaceman – Oasis

– Columbia – Oasis

My Generation – The Who

Space Oddity – David Bowie

Clair de Lune – Claude Debussy

– The Great Gig In The Sky – Pink Floyd

– Tender – Blur

– Satisfaction – The Rolling Stones

There Is A Light That Never Goes Out – The Smiths

B.S.:  Quantos shows você assistiu até agora? Qual deles foi o mais importante para você?

Michaela Basile: Mais de 150 eu acho. Cada show me dá alguma coisa. Eu não tenho um favorito, não posso decidir. Mas eu posso te dizer meus 5 melhores shows (em ordem casual)
Noel Gallagher no Royal Albert Hall, Londres, dezembro de 2015
– Os Rolling Stones no circo massimo em Roma 2014
David Gilmour no circo massimo em Roma 2016
U2 no estádio olímpico em Roma 2017
Arctic Monkeys em Roma 2013

Mas… Uma menção especial vai para:
Blur live in Roma 2013
Roger Waters no estádio olímpico em Roma 2013

Confiram abaixo a foto da Michaela com mais um de seus grandes ídolos, o Roger Waters.

image7

Foto: Michaela Basile Arquivo Pessoal

B.S.: Que cantor / banda você ainda não conhece, mas gostaria de ter a chance de conhecer um dia?

Michaela Basile: Se você quer dizer alguém que eu não vi ao vivo, devo dizer Paul McCartney. Toda vez que ele veio para a Itália eu não pude ir, além disso ele não vem com muita freqüência, então eu estou esperando que ele volte porque eu realmente preciso vê-lo ao vivo!

B.S.:  Qual é o significado da música em sua vida?

Michaela Basile: Música é tudo. A música é minha fonte de felicidade, a música me fez ser quem eu sou. A música é a razão pela qual eu conheço pessoas maravilhosas e a razão pela qual tenho meu namorado. A música abre seus sonhos com sua clave de sol.

B.S.: Cite uma música que descreva todos os momentos incríveis nos quais você conheceu seus ídolos.

Michaela Basile: Também conhecida como Que vida por Noel gallagher! Isso me faz pensar em como tive a sorte de viver memórias tão bonitas com artistas. Eu posso ser infeliz em tudo que faço, mas quando se trata de música tudo muda, e eu me sinto tão sortuda pelo que fiz nos últimos anos!

 

Essa foi a entrevista da Michaela Basile para o Batalha Sonora, galera! Muito legal cada momento incrível que a Michaela compartilhou com a gente! Espero que assim como eu, Carla, quem vos escreve aqui nesse singelo blog, tenham curtido  conhecer mais sobre a história da Michaela com a música! Vocês podem conferir mais fotos no instagram pessoal dela clicando aqui ou bucando por @calamika.

calamika

Abraço a todos!


Here you can read the inteview in English without edition.

  1. I know you love music, right? Which band you became a fan first? And what in this band has been touched you more?

I’ve always listened to music as I can remember. My mom introduced me to most of the music and singers I know but the first band I became a real fan of was Oasis. I was just a teenager and every day more I realised they were becoming part of my life. Oasis sums up what I am. Their songs are the soundtrack of my life, each of them has a meaning to me. It was love at first sight and even if they split up in 2009 they still have an active role in my life and I do follow both Noel and Liam nowadays. They’re pure magic! I owe a lot to Oasis. It’s not just about music, they made me meet fantastic people, friends, and most of all my boyfriend.

  1. About the idols you have met. Do you remember which one you felt more excited about it and how was the moment? How did you feel?

I was lucky enough to meet many people, but one of the most exciting moments of my life was meeting Ronnie Wood of Rolling Stones back in 2014. It’s a funny story. It was something I wasn’t expecting at all and I couldn’t believe it really happened. I was having a stroll around Rome in piazza del popolo with my boyfriend when suddenly I saw Ronnie alone with his wife Sally Wood jumping off a car. No one noticed he was there, no one but me and my boyfriend. We asked for a quick picture and he took one with me, then he went in a restaurant for dinner. My boyfriend didn’t have time to take a picture too so we decided to wait for him to finish his dinner and ask for his picture. But……that day was a special day in Rome, we didn’t know about that…After maybe half an hour a huge crowd started gathering around piazza del popolo….Rome’s marathon was held on that day so all the streets were closed and became full of people watching the marathon! Ronnie finished his dinner but he was literally stuck at the restaurant since the car couldn’t go anywhere. There was 2000 participants so it would have take a long time for his car to move. People noticed Ronnie Wood was inside, suddenly it became a chaos. Fans trying to take pictures of him and screaming everywhere! His bodyguard took me and my boyfriend apart asking for help, and we told the only way to escape was going on the other side of the square to take a taxi. He asked if we could go with them to take the taxi and we said yes, of course! So we took Ronnie, Sally and the bodyguard safe and they even took a picture with us and made a gift for thanking us. Definitely the weirdest and funniest moment of my life!

  1. Tell us about it you fave bands/singers and why those ones are your faves.

I’ve always considered myself a Brit music lover. I prefer listening to Brit music rather than American music, even if I listen to every single Genre, from pop to rock, from jazz to classical music, from heavy metal to soul for example. Everything needs a listen. I have to have a 360 degrees view on everything. But Brit music it’s in my dna. Apart from Oasis I do enjoy a lot everything that comes from uk. I forgot to tell I’m a beatlemaniac too. Nothing compares to the Beatles! My top bands are Oasis, the Beatles, Pink Floyd, David Bowie, The Smiths, The Who, Blur, and maybe Arctic Monkeys, they’re ace live, no one’s powerful that way!

  1. Now we know your fave/faves artist/artists, which album is The Album for you?

That’s hard question, I have got more than one but I’ll talk about just two. The album itself is Revolver by the Beatles. Beatles are apart, Beatles cannot be compared to any other band in the world and Revolver is a true masterpiece that changed forever music history. It was 1966 and if you still listen to it today it’s more actual then ever, tomorrow never knows seems to be a track from the future, it’s insane. My second top album is The Masterplan by Oasis. It’s not a proper album, it’s made of bsides but all the noel gallagher’s genius it’s in it and I have goosebumps every time I listen to it!

  1. Is there a song who makes you cry? If yes, why?

I do not have a song that makes me cry, music is synonym of happiness to me and even when I’m really sad I put on some music to feel better. Music is the best remedy! But, to be honest, I must confess I cried once at a gig hearing for the first time ever a song live, it was a special track and my tears were tears of joy.

  1. If you could make an album “the soundtrack of my life” which musics will be on it?

My life, as everyone’s life, has had ups and downs. Every song I’m putting on this list has a special meaning. Music has always been with me, so thinking about my life that’s what I think of:

– The meeting place – The Last Shadow Puppets

– The girl from ipanema – Joao Gilberto

– Tomorrow never knows – The Beatles

– Porcelain – Moby

– D’Yer wanna be a spaceman – Oasis

– Columbia – Oasis

– My generation – The Who

– Space oddity – David Bowie

– Clair de lune – Claude Debussy

– The great gig in the sky – Pink Floyd

– Tender – Blur

– Satisfaction – The Rolling Stones

– There is a light that never goes out – The Smiths

  1. How many concerts did you attend so far? Which one was the most important for you?

More than 150 I guess. Every single gig give me something. I don’t have a favourite one, I can’t decide. But I can tell you my top 5 gigs  ( in casual order )

– Noel Gallagher at Royal Albert Hall, London December 2015

– The Rolling Stones at circo massimo in Rome 2014

– David Gilmour at circo massimo in Rome 2016

– u2 at Olympic stadium in Rome 2017

– Arctic Monkeys in Rome 2013

But…..Special mention goes to:

– Blur live in Rome 2013

– Roger Waters at Olympic stadium in Rome 2013

  1. Which singer/band do you still don’t know but you would love to have the chance?

(Not sure what you mean with this one so I’m gonna write down my 3 alternative versions of it)

If you mean a band or singer I know but I’m not too much into it I must say Radiohead. I’ve never been interested in them even if I must say they have few good tunes. I enjoy few tracks but I’ve never listened to them seriously, not my favourite genre. My boyfriend loves them and I guess I should give them a chance someday! I’m not a Radiohead fan by now, but who knows what can happen in the future?

If you mean someone I didn’t see live I must say Paul McCartney. Every time he came to Italy I couldn’t go, moreover he doesn’t come very often so I’m waiting for him to come again because I really need to see him live!

If you mean meeting someone I was lucky enough to meet wonderful people and artists and the only one I regret not having met is David Bowie. Life is so unfair sometimes, wish he was still with us.

  1. About music, how is the meaning of the music in your life?

Music is everything. Music is my source of happiness, music made me become who I am. Music is the reason why I know wonderful people and why I have my boyfriend. Music opens your dreams with his treble clef. 🎼

  1. Name a song who describe all the awesome moments you had meeting your idols.

Aka what a life by Noel gallagher. It makes me think how lucky I was to live such beautiful memories with artists. I may be unlucky in everything I do, but when it comes to music everything change, and I feel so lucky for what I did in the past years!

 

Anúncios

Som de alta qualidade, ouça Classic Zoom

Olá galera, tudo beleza?

Muito em breve pretendo fazer um post mais detalhado sobre esse projeto chamado Classic Zoom. Se vocês conhecem a banda cover ZoomBeatles, provavelmente vai reconhecer os rostos e vozes que moldam esse som.

Por hoje, gostaria de deixar aqui apenas o vídeo que foi postado no canal oficial da banda no YouTube. Pode confiar, o Brasil ainda tem músicos incríveis e, sem dúvida, alguns destes integram a Classic Zoom! Curtam o som!

Playlist Indie com vídeos legendados

Galera, vocês curtem esse estilo independente e totalmente viciante? Indie pega você de jeito, hein! Se ainda não conhece nenhum som desse gênero (o que dúvido muito, vocês devem saber mais do que eu) vamos curtir essa playlist e se ligar, relaxar e viajar nas waves? good vibes, babies! Ah, vou tentar encontrar todos os vídeos legendados!

Curte Aí!

Arctic Monkeys – 505

AJR – Weak

The Strokes – You Only Live Once

Foster The People – Best Friend

The Kooks – She Moves in Here Own Way   

Tame Impala – The Less I Know The Better 

The Neighbourhood – Sweater Weather

 

Abraço da Mad

 

Green Day… ”e desde então se tornou a minha banda favorita”

Fonte: Bárbara Arquivo Pessoal

Olá galera!

Recentemente o Green Day fez alguns shows no Brasil e toda a banda foi super legal, como sempre, com os fãs. Muitos sortudos conseguiram trocar ideia com os membros da banda e até tirar fotos e pegar autógrafos. Uma dessas pessoas que teve o sonho realizado foi a Bábara Mattos, que gentilmente compartilhou com a gente essa experiência incrível! Se liga na entrevista:

Batalha Sonora: Como você se tornou fã do Green Day?

Barbára Mattos: Foi em 2010, uma semana depois do meu aniversário de 11 anos e meu primo perguntou se eu conhecia a banda. Quando ele colocou 21st Century Breakdown pra tocar foi uma sensação surreal. Me apaixonei na hora e desde então se tornou a minha banda favorita.

B.S.: Qual foi a sensação ao saber que os shows da tour passariam pelo Brasil?

Barbára Mattos: Havia alguns boatos de que eles viriam em 2017, mas nada certo. Confesso que quando eles deram aquele “tempo” pós a 99RevTour eu tinha a sensação de que eles nunca voltariam pro Brasil. Porém, com RevRad toda aquela euforia e emoção voltou de uma forma inexplicável. Quando eu soube das datas, só queria que o tempo voasse, já que foram sete LONGOS anos esperando por isso.

B.S.: Foi o primeiro concerto da banda ao qual você foi?

Barbára Mattos: Sim. Em 2010 eu implorei pra minha mãe me levar, mas ela não aceitava o fato de ter uma filha que escutava punk rock, então não pude ir.

B.S.: Durante o show, qual música foi a mais marcante pra ti? Alguma que faça parte de um momento especial de sua vida?

Barbára Mattos: Cara, eu fiquei emocionada o show inteiro. Foram duas horas e meia de uma energia surreal. Mas quando tocou Letterbomb e Time Of Your Life eu perdi a voz, o juízo e qualquer coisa que tinha. Letterbomb porque é uma das minhas favoritas e TOYF (Time Of Your Life) porque eu estava num momento difícil na minha vida pessoal e, sem dúvidas, I had the time of my life. Ver aquilo ao vivo foi uma das melhores experiencias da minha vida.

B.S.: Como foi a emoção durante a apresentação da banda? 

Barbára Mattos: Do início ao fim gritando, cantando, pulando e, no final, chorando. Quando o show começou eu não chorei pq queria ver aquilo acontecendo, mas o final foi de fazer qualquer pessoa cair no choro. E foi o que aconteceu. Realizar um sonho e perceber que estava acontecendo foi do caralho. Emoção pura.

B.S.: Você tirou fotos com algum dos membros do Green Day? Se sim, como você se sentiu ao ter esse contato ainda mais próximo?

Barbára Mattos: Sim. Jason White, Freese e Mike. Eu não tive reação. Quando eu vi o Mike na minha frente eu só conseguia pensar o quão realizada eu estava. Todos eles foram simpáticos e, principalmente o Mike, fez até uma careta na minha foto. Quando eu pedi pra ele autografar uma foto, ele olhou pra foto, olhou pra mim e disse “wow, that’s a old one”, pois era uma foto promocional do Internacional Superhits, hahahaha. O pouco que eu falei com o restante foi mais agradecendo mesmo. Lembro que eu falei com a esposa do Mike que eu estava muito feliz por ela e pelo White terem se curado do câncer, e a mesma foi muito gentil comigo.

Olha só que legal as fotos da Barbára! Imagina só a emoção!!!

Se liga que fofos! Que amor de foto, né?!

23031247_1545347535540897_397546856752209697_n

Fonte: Bárbara Arquivo Pessoal

Jason White ❤

23167590_1545347585540892_8518388356550899947_n

Fonte: Bárbara Arquivo Pessoal

Com o Freese! (Freese é músico, produtor e engenheiro de gravação).

23231207_1545347635540887_3835051037524350194_n

Fonte: Bárbara Arquivo Pessoal

E aqui a foto autografada que aparece no início desse post!!!!

Fonte: Bárbara Arquivo Pessoal

 

Surreal, né galera? Antes de encerrar esse papo, se liga na última pergunta!

B.S.: Você acha que em breve eles estarão de volta ao Brasil? Qual recado você deixa para outros fãs que ainda não realizaram esse grande sonho de ir a um show do Green Day?

Barbára Mattos: Não. Eu acredito que a banda vai tirar umas férias merecidas. A turnê foi longa e eles merecem isso. Talvez daqui a alguns anos eles lancem algo novo e entrem em turnê. Levando em consideração que o intervalo entre a primeira e a segunda passagem da banda foi de 12 anos e agora foi de 7, eu espero que seja o mais breve possível. O GD tem fãs pelo país todo e fico triste por quem não pôde ir, mas não é só de show que a paixão continua, então…

 

E aí Young Guns? curtiram a entrevista? Quero aproveitar o que a Bárbara disse para enfatizar que realmente não somente de shows que é construída ou concretizada a paixão que temos por uma banda. A gente não é mais fã ou menos fã por ir ou não à um show, mas se acontecer, ótimo! Afinal é o sonho de todo fã sentir toda a emoção ali diante de seus olhos, curtindo o som ao vivo, enlouquecendo total! Por isso, fica a dica, se você ainda não foi no show de sua banda favorita, assim como bem colocado pela Bárbara: ”não é só de show que a paixão continua”, então segue galera, anima ae, e se você, assim como eu, também é fã do Green Day e ainda não foi a um show deles, não desanime, ver a felicidade da Bárbara e essa experiência incrível com os caras, isso só motiva mais ainda a ser parte da Idiot Nation! falow!!!

 

Idiots Moment

Oi Galera, não sei vocês, mas eu sou completamente apaixonada pelo Green Day!

Se você ainda não é fã ou não conhece, se liga nesse documentário e conheça um pouco melhor a história dos caras!!!

E aí, o que acharam? Muita luta para conseguir consolidar uma carreira não é mesmo?

 

Dica do Mês!

E aí young guns?

Que tal conhecer o som do E-N Welbourne?

Mais adiante gostaria de falar mais sobre o trabalho desse cara, mas por hoje, vou deixar aqui apenas alguns sons para vocês curtirem nessa tarde de sábado!

Que tal começar com a relaxante Mistery?

Na mesma onda, a gente vai agora de Everything I Ever Wanted

E aí, já conheciam o som do rapaz? o que acharam?

Se vocês curtiram, segue o cara no face clicando aqui.

Aproveitam para conferir também a canção Love and Hate

 

Abraço.

4 sons

Não consigo dormir, então bora ouvir!

Se liga ae, crazy people!

Todo mundo tá cansado desse som já, mas eu tô ouvindo muito, então:

E ontem rolou Green Day no Central Park, curtam ae Still Breathing

Ah essa canção…

Se alguém ae se lembra de The O.C. vai reconhecer essa música…

see ya!